Saturday, December 1, 2018

Coimbra de Vitorino Nemésio!




Vitorino Nemésio
nasceu na Ilha Terceira em 1901
e faleceu em Lisboa, em 1978.

Estudou Direito em Coimbra,
 trabalhando na Imprensa da Universidade,
antes de se transferir para
 a Faculdade de Letras,
onde se licenciaria em Românicas.

Foi professor universitário em Lisboa.
Viajado e irreverente, correspondeu-se
com algumas importantes
 figuras da cultura europeia.

 Como romancista, 
o seu trabalho mais notável
 é «Mau Tempo no Canal».

Como poeta, citem-se os seguintes títulos:
 «Festa Redonda»,
«Nem Toda a Noite a Vida»,
«O Pão e a Culpa», «O Verbo e a Morte»,
«O Cavalo Encantado», ou «Canto da Véspera».

 Ficou ainda famoso por
 um programa que apresentava na RTP:
«Se bem me lembro!»




Rio que corres tão fundo,
Erva e choupos corcovados,
Nem toda a água do mundo
Faz os meus versos lavados!




Coimbra, minha madrinha!
Mondego, meu coração!
Ó Alta, a noiva que eu tinha
Morreu e pura paixão!




O meu amor que é Letrado,
Mandou-me dizer a mim
Que não me quer (desalmado!)
Com proclames em latim!

O meu bem anda em Direito
Aprende para juiz:
Mostra que guarda preceito
Nas sentenças que me diz.
  
O meu amor é estudante,
Caloiro de Medicina:
Já me opera o coração
Com sua lanceta fina.

O meu amor é estudante,
Vai-se formar em Ciências:
Não quero que se adiante,
Que as fitas medem ausências.
  
Amor que não quer sarar
Passa com panos de arnica:
Por isso eu quero casar
Com quem me ponha botica.

Já me formei em amores,
Tomo capelo em saudades:
Deitei fitinha de cores
Pelas cinco Faculdades.




As tricanas são da Alta,
Os futricas de Sansão,
O Mondego deu à malta
Um choupo por coração.






Espero que tenham gostado 
dos meus olhares conimbricenses!!!


12 comments:

  1. Adorei fotos e poesias! Lindo! Bjs chica

    ReplyDelete
  2. Um trabalho muito interessante minha amiga, gostei.
    aproveito para desejar um bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ReplyDelete
  3. Uma postagem com a Natureza cheia de brilho e cor!

    Instigante passadiço do nosso silêncio. [Poetizando e Encantando]
    Beijos e um excelente fim de semana

    ReplyDelete
  4. Fotos maravilhosas ilustrando dignamente os poemas. Um abraço.

    ReplyDelete
  5. fabulosa publicação. Saio daqui fascinado. Fotos divinas. Poema brilhante.
    .
    Feliz fim de semana.

    ReplyDelete
  6. Que lindo Gracinha!
    Imagens e poesias.
    Feliz Dezembro maravilhoso amiga.
    Beijo de paz.

    ReplyDelete
  7. Boa tarde Gracinha,
    Adoro Vitorino Nemésio e Coimbra, sou apaixonada.
    Magníficos olhares!
    Beijinhos,
    Ailime

    ReplyDelete
  8. Um deslumbre de publicação! Bom diaa ...
    =)
    Bjinhos com carinho...
    Por aqui com, Vivacidades e deslumbres

    ReplyDelete
  9. São lindos pois então; Gosto da cidade e seria um gosto ter tirado o curso em Coimbra. Tenho algumas fotos idênticas:)

    ReplyDelete
  10. Um poema lindo de Vitorino Nemésio e olhares encantadores.
    Adorei a foto da folha, está espectacular.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ReplyDelete
  11. Gostei sobremodo dos teus olhares e da postagem.
    Tenho um carinho muito especial por Nemésio e tenho-o publicado...
    Casou com uma faialense, ou seja, uma conterrânea da minha mãe.
    50% dos meus genes são dessa ilha.
    Terno abraço.
    ~~~

    ReplyDelete