Monday, May 15, 2017

As nossas "raízes"!

Raízes e origens...palavras diferentes mas com igual valor!!!

 
As nossas raízes

Li este poema com alguma poesia nele escondido:

Raízes, as nossas raízes, são liames invisíveis
dos quais nunca nos separaremos,
desde nossas raízes genéticas
as raízes, sociais, intelectuais ou emocionais
As raízes do nosso corpo
que o formaram, que o alimentaram
As raízes dos colos que na vida nos acolheu
As raízes dos ensinamentos dos nossos tantos professores
ou as raízes das lições do dia a dia da vida
As raízes de nascença, as raízes da vivência
Dos nossos momentos, dos nossos instantes,
desde a mais tenra idade até a plena maturidade
Dos tantos que pela nossa passaram
de outros tantos que a nossa vida se incorporaram
que de alguma forma eles nos enraizaram
Raízes de amizades, de seriedades, de amenidades
dos momentos de felicidade assim como dos tempos de infelicidade
Raízes da alegria, raízes da discórdia ou da concórdia, raízes das inimizades
Raízes da tristeza, raízes da bondade ou da maldade, raízes das humildades
raízes que nunca serão cortadas, mesmo que não mais utilizadas
Raízes que seivaram nossa vida, nossa formação, nossa personalidade
Raízes são sempre inseparáveis
Existem ainda raízes que se confundem com todo seu ser
São as raízes da passionalidade, dos ódios as paixões
Raízes sempre carregadas de grandes emoções
Raízes dos sentimentos, raízes dos sentidos
E a raiz das raízes, a raiz do Amor, em todos momentos presente
As raízes da família, raízes dos grandes amores
Raiz do espírito que alimenta a alma…

Joe’A


    As minhas raízes
    começaram nesta casa
    e mais curioso é que depois de
    meio século fiz um regresso
    às minhas raízes ... não a esta casa
    mas à nossa aldeia!!!





    E continuo a soltar raízes na terra 
    da terra
    ...
    que me viu nascer!!!

    8 comments:

    1. Que post maravilhoso! Adorei o poema e as raízes. Bem reflexivo! Linda semana! bjs, chica

      ReplyDelete
    2. Gostei muito do poema e das imagens que o acompanham.. sempre gostei das raízes, são algo histórico, profundo,...
      Beijinhos,
      http://chicana.blogs.sapo.pt/

      ReplyDelete
    3. Linda postagem que traduz tantas lembranças maravilhosas, beijos cheios de ternura!

      ReplyDelete
    4. Maravilhosa poesia. Obrigada pela partilha! Amei

      Beijinhos de boa noite

      ReplyDelete
    5. Gostei da leitura, Gracinha.
      Viver numa aldeia tem muitas vantagens saudáveis.
      Dias muito felizes.
      ~~~~~~~~~~

      ReplyDelete
    6. Muito belo e adequado este poema que escolheu amiga Gracinha.
      Talvez por ter nascido em Lisboa sinto que não tenho raízes assim tão fortes.
      Quanto às raízes dos afectos, são elas que nos ajudam a suportar as agruras da vida.
      Acho as suas raízes muito belas e profundas.

      Um beijinho

      O Toque do coração

      ReplyDelete
    7. É tão bom olhar para as nossas raízes, conforta o coração. As raízes a mim lembram-me os tempos felizes da escola primária.
      Beijinho

      ReplyDelete
    8. Mais um post incrível, e que nos dá que pensar...
      Podemos ter as nossas origens, num certo lugar... mas as nossas raízes... firmam-se nos lugares, que ficam no nosso coração...
      Beijinhos
      Ana

      ReplyDelete